Aumente seu conhecimento no mundo equestre
Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.


Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Como proceder na escolha e compra de cavalos

Aqui se apresentam algumas importantes considerações sobre avaliação e escolha de equinos, no momento de se realizar a aquisição de um bom animal, para atender, de forma satisfatória àquilo que se pretende.

A princípio, parte-se do ponto que se quer realizar a compra de um animal puro de origem (PO), e que são animais que apresentam registro genealógico, e ligados a alguma associação de criadores. Para tanto, primeiramente, o animal deve se originar de progenitores possuidores de tal registro, documento que contém a árvore genealógica de seus ancestrais, comprovando sua origem. Posteriormente, o animal, para merecer o registro genealógico definitivo, deve-se enquadrar e apresentar características da raça, ou seja, estar dentro dos padrões raciais daquela que se apresenta.

Cabe, aqui, uma consideração, a de que animais sem raça definida (SRD) ou mestiços, podem ser tão bons quanto os animais PO, e, muitas vezes, aqueles sem raça definida (SDR) podem atender, de forma satisfatória, os objetivos do proprietário, e seguem os mesmos aspectos de avaliação na compra. Vale, também, uma ressalva: animais SRD, apresentam valor de comercialização menor, sendo uma alternativa a pessoas com menor poder aquisitivo e que, mesmo assim, desejam desfrutar dos prazeres de uma boa cavalgada.

Alguns questionamentos são importantes, ao se escolher adquirir um animal, como, por exemplo, determinar bem os objetivos e com que finalidade se pretende, quando se toma tal decisão. Igualmente, deve-se perguntar se existe uma preferência por alguma raça específica de equinos.

A partir de então, torna-se muito importante conhecer as características de cada raça, consultando-se os sites oficiais de associações de criadores, aqueles que apresentem muito bem as características de seus animais, detalhando quanto aos padrões raciais e sua beleza, formas de andamentos, de porte, de temperamento e, principalmente, de suas aptidões, ou seja, em quais modalidades esportivas cada raça se sobressai.

Além desses aspectos, é interessante conhecer as regras e normas de cada associação de criadores, quanto à entrada de novos sócios, permanência do registro dos animais após a comercialização.

Os criadores costumam supervalorizar a raça que criam, entretanto, as raças se sobressaem e se adequam melhor a determinadas modalidades esportivas. Por isso, é necessário estar atento e obter um mínimo necessário de conhecimento sobre todas elas.

Outro ponto considerável é a escolha do sexo do animal. Garanhões (machos inteiros) costumam ser mais agressivos do que as fêmeas, portanto, devem ser evitados para aqueles que estejam se iniciando nessa atividade.

Fonte: Cavalos Crioulos Adaptação: Escola do Cavalo  

Conheça o Curso de Diagnóstico de Claudicação em Equinos

  Veja outras publicações da Escola do Cavalo: A importância do perfil comportamental na equitação Saiba a diferença de nutrir e alimentar Saiba como diagnosticar e tratar as endometrites em equinos    

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)
Veja também

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.