Aumente seu conhecimento no mundo equestre
Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.


Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Como cuidar de potros órfãos

A criação de potros órfãos é um grande mito na criação de cavalos porque ainda se tem a idéia de que o potro que fica órfão não sobrevive.

Esse mito ainda existe pela falta de conhecimento em relação à boa alimentação e manejo dos potros. Se ele é manejado de forma correta desde o final da gestação, poderá viver normalmente.

O nascimento e a saúde do potro dependerá na maioria das vezes da saúde da égua. Se a égua está muito magra, provavelmente produzirá um potro frágil. Já as éguas que estão acima de seu peso, terão dificuldades no parto devido a um estreitamento do canal pélvico pela gordura, provocando anóxia no recém nascido.

Outro fato que depende da saúde da égua é a produção de leite, que pode ser prejudicada dependendo do peso do animal. Uma égua magra poderá produzir leite com deficiência nutricional, assim como aquela com excesso pode produzir o leite pelo fato ter acúmulo de gordura em sua glândula mamária. Até as 18 horas após o nascimento do potro, alguns cuidados iniciais são fundamentais para sua sobrevivência.

É importante que a égua limpe seu filhote e que o este levante sozinho.

Na maioria das vezes o parto acontece a noite então, isso significa que pela manhã o potro já deve estar de pé e mamando o primeiro leite, chamado colostro que é de fundamental importância para sua sobrevivência.

O colostro é um leite riquíssimo em anticorpos e o aparelho digestivo do potro, até 18 horas após o nascimento, é permeável à absorção destes anticorpos.

Para as crias que perdem as mães ainda na fase de amamentação, devem-se tomar alguns cuidados especiais:

O potro órfão deve receber de imediato um colostro de outra égua, que pode ser congelado e reaquecido no momento do fornecimento.

Após o desmame deste potro, deve-se se atentar para que ele tenha uma alimentação adequada e diferenciada. No inicio de vida, a velocidade de crescimento do potro é muito alta.

 

A não alimentação adequada ao potro órfão em qualquer momento nos seus primeiros 12 meses de vida compromete, em geral em definitivo, seu crescimento e desenvolvimento.

Por: André Galvão Cintra Fonte: equinocultura.com Adaptação: Escola do Cavalo  

 

Conheça o Curso de Manejo Reprodutivo em Equinos

    Veja outras publicações da Escola do Cavalo: Transferência de embriões em Equinos Nutrição dos Equinos Alimentação adequada das éguas garante gestações saudáveis  

Reprodução

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.