Aumente seu conhecimento no mundo equestre
Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.


Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Aprenda a definir a idade dos equinos através dos dentes

Saber identificar a idade de um animal é de extrema importância para quem lida com os mesmos e para Médicos Veterinários, principalmente em equinos que não apresentam registro e têm um vasto mercado, além de serem animais sensíveis, com uma dieta específica para cada fase da sua vida.

A técnica mais utilizada é pela avaliação da arcada dentária, apesar de haver outras como pela observação de pelos brancos pelo seu corpo oriundos da velhice ou através de exames como Raios X, que facilitam a visualização.

Para utilizar a técnica de reconhecimento de arcadas dentárias, é necessário o conhecimento das especificações de numeração de dentes em cada animal, tendo que machos adultos apresentam 40 dentes, enquanto fêmeas adultas apresentam apenas 36, devido à ausência, na maioria dos casos, dos caninos, e os potros, que independente do sexo, apresentam 24 dentes em uma arcada completa.

Outras observações a serem feitas, após a definição do tipo de animal em questão, são as transformações que acontecem no decorrer da vida do animal. Para isso é necessário um conhecimento prévio do cronograma dessas transformações e sabê-las identificar, não as confundindo com desgastes por rangeduras ou uma alimentação mais firme.

Estas transformações são separadas em sete períodos para facilitar a tarefa:

  1. Nascimento dos dentes de leite 7 dias- pinças; 10 dias - médios; 6 meses- cantos.
  2. Rasamento dos dentes de leite 1 ano- pinças; 1,5 anos- médios; 2 anos- cantos.
  3. Troca de dentes de leite por permanentes 2,5 a 3 anos- pinças; 3,5 a 4 anos- médios; 4,5 a 5 anos- cantos; 5 a 5,5 anos- nascimento dos caninos em machos.
  4. Rasamento dos dentes definitivos 6 anos- pinças; 7 anos- médios; 8 anos- cantos.
  5. Nivelamento dos dentes definitivos 9 anos- pinças; 10 anos- médios; 11 anos- cantos.
  6. Triângulação 13 anos- pinças; 14 anos- médios; 15 a 16 anos- cantos.
  7. Biangulação 17 anos- pinças; 18 anos- médios; 19 anos- cantos.

Além dessas transformações listadas, uma muito importante também é pela aparição da "cauda de andorinha", um crescimento aumentado deixando as mesas dentárias dos cantos superiores sem sobreposição da arcada inferior, que aparece em torno dos sete anos de idade.

Veja os principais cuidados dos dentes dos cavalos

  Fonte: Cavalos do Sul de Minas Adaptação: Escola do Cavalo  

Conheça o Curso de Odontologia em Equinos

  Veja outras publicações da Escola do Cavalo: Saiba mais sobre odontologia equina Nutrição equina - primeiro passo para um animal saudável Saiba como diagnosticar a gripe em equinos    

Clínica e Saúde

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.