Aumente seu conhecimento no mundo equestre
Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.


Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

O que é necessário para uma montaria bem sucedida?

O fundamental para uma montaria bem sucedida é antes de montar, observar se o cavalo não está em más condições físicas ou se ele não ameaça morder ou dar coices, pois a escolha do animal é importante para a segurança do montador.

Em caso de a montaria acontecer aos finais de semana, o cavalo deve realizar passeio no meio da semana, pelo menos uma vez, para que ele tenha uma consistência mínima de trabalho e uma condição física mínima para o passeio de fim semana. Equipamentos adequados também são de muita importância, pois nem sempre um freio é adequado para o cavalo, podendo ser um bridão, e nem sempre as ferramentas bonitas são as melhores. Os cascos do cavalo necessitam de vistoria periódica. Em caso de a cavalgada ocorrer no asfalto, o cavalo deve ser ferrado.

Além disso, o casco do equino deve ser limpo pelo menos uma vez ao dia, e antes da montaria. Escovar o cavalo também é importante, porque retira a sujeira que pode machucar o dorso, as patas ou o rosto do animal quando em atrito com os equipamentos. Após o cavalo comer ração, é necessário aguardar, por pelo menos quarenta minutos, para poder montar, a fim de evitar que ele tenha uma indigestão. Durante o passeio, devem ser oferecidos ao cavalo somente três ou quatro goles de água não muito gelada, por parada; porque a água muito gelada ou mesmo fria, no corpo quente do cavalo pode causar um sério desconforto. Após a chegada do passeio, o banho no cavalo não deve ser dado, ele estando com o corpo quente.

A barrigueira não deve ser apertada de uma só vez. É melhor ajustá-la gradativamente, regulando o posicionamento da sela no cavalo, para que a barrigueira fique no lugar. Além disso, em caso de resistência do cavalo no ato da montaria, rodar a garupa dele por uma ou duas voltas para então tentar novamente, geralmente ajuda. Manter as mantas do montador limpas também é importante, porque o suor seco pode entrar em atrito com o cavalo e causar ferimentos.

No geral, equipamentos são essenciais para uma boa montaria. Arreios sujos ou partidos, por exemplo, podem ser de grande risco. O mais importante na compra de equipamento é o conforto e a segura do montador.  Para isso, é essencial uma proteção para a cabeça, ou "toque", que tenha um tamanho adequado e obedeça aos padrões de segurança, assim como calçado seguro, por exemplo, as botas de borracha, que são uma solução muito pouco dispendiosa. Usar botas de sola rígida ou calçado desportivo pode ser perigoso, porque podem escorregar para dentro dos estribos ou estes podem ficar na ponta dos pés.

Quanto à roupa ideal, em caso de não querer investir em calções de montar no início, optar por roupas, nem muito largas nem muito apertadas, calças sem costuras de lado (são muito mais confortáveis que "jeans") e umas luvas de algodão ou lã, podem ser a solução.

A postura ao sentar sobre o cavalo é muito importante também, e não é apenas para ficar bonito, mas também para que o montador possa dar indicações ao cavalo com o assento, as pernas, as mãos e também a voz. A primeira coisa a aprender é manter o equilíbrio a passo, depois a trote e em seguida o galope. Não olhar para baixo, mas sempre para onde se quer ir, não suster a respiração, para não fica mais descontraído também ajudam. Ao segurar as rédeas, é necessário segurar sem aperte para não magoar o cavalo.

Por fim, para aumentar a confiança do cavalgador em relação ao cavalo, é bom tentar aprender a lidar com ele e a pensar como ele. Para isso, sempre que possível, mexer, limpar e aparelhar os cavalos, ao mesmo tempo em que fala com eles calmamente, ajuda a estreitar os laços.  O cavalo tem um ângulo de visão de aproximadamente 360º, com um ângulo morto à frente, devido aos seus olhos estarem nos lados da cabeça, por isso, é conveniente utilizar a linguagem corporal para comunicar-se com eles, sempre se aproximando por um lado em que o possam ver.

Fonte: Cavalos Crioulos

Adaptação: Escola do Cavalo

Conheça o Curso de Anestesia em Equinos a Campo

      Veja outras publicações da Escola do Cavalo: Aquece o mercado de cavalos e a predileção pela linhagem árabe Saiba mais sobre a Ovulação de Éguas Você sabe o que é Trypanosoma Evansi em equinos?  

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)
Veja também

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.