Aumente seu conhecimento no mundo equestre
Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.


Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

O que é Brucelose equina e como prevenir

Deve-se desenvolver uma grande preocupação quanto à brucelose em áreas de criação de equídeos, uma vez que o número de casos tem aumentado segundo dados dos Laboratórios CEPAV, em São Paulo, que despertaram interesse maior pela doença ao submeterem sistematicamente todas as amostras de sangue de equinos que chegavam ao laboratório, para provas específicas de diagnóstico da enfermidade e o resultado foi surpreendente, mostrando um percentual alto de animais reagentes para provas sorológicas.

A Brucelose é uma doença infecto-contagiosa, também considerada uma zoonose, provocada por uma bactéria, a Brucella sp., sendo a espécie mais comum presente em equinos a Brucella abortus. Ela pode infectar várias espécies de mamíferos, assim como equinos, bovinos, caprinos, ovinos suínos, gatos e cães.

Sua transmissão se dá principalmente de três formas: pelo contato direto com gado contaminado, pelo uso de materiais pérfuro-cortantes como agulhas contaminadas, o que infelizmente é uma causa muito comum ainda hoje, e pelo aleitamento de potros com leite cru proveniente de vacas infectadas. Em situações mais raras, porém não descartável é a transmissão por via sexual.

Na maioria dos casos a doença se apresenta inicialmente assintomática, apresentando sinas posteriormente que facilmente são confundidos com outras enfermidades, como: febre intermitente, fraqueza, emagrecimento e letargia, podendo também apresentar artrite, laminite, tenossinovite, bursite e osteomielite, com a presença de edema nas articulações e sensibilidade notável no mesmo local.

Ainda não é conhecida a cura para a brucelose, porém há tratamentos paleativos, que quanto antes iniciados, melhores serão os resultados e melhor qualidade de vida proporcionará ao animal. E diante disto, métodos preventivos devem fazer parte da rotina da propriedade, como exigir atestado contra brucelose de todos os animais que adentrarem a propriedade, não reutilizar materiais descartáveis como agulhas e seringas e realizar testes periódicos para a doença em todos os animais do local.

Fonte: CEPAV

Adaptação: Escola do Cavalo

     

Conheça o Curso de Primeiros Socorros em Equinos

Veja outras publicações da Escola do Cavalo: Marmelada de cavalo: por que usar essa gramínea forrageira? Odontologia em equinos, uma área que necessita cada vez mais de profissionais Simpósio Internacional de Doenças Infecciosas, Genéticas e Metabólicas dos Equídeos (Sindeq)          

Clínica e Saúde

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.