Aumente seu conhecimento no mundo equestre
Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.


Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

A flexão da mandíbula na visão de Nuno Oliveira

O flexionamento a pé dos cavalos como algo indispensável é assunto da obra de D. José Manuel Cunha Menezes, exposta em apresentação, por Idès Marchal, em um Colóquio realizado no em 2007 na Feira da Golegã e, posteriormente, publicado no Boletim da A.B.E.L. Na mesma comunicação, Marchal menciona Nuno Oliveira, quem partindo também do conhecimento da teoria de François Baucher, sustenta o seu ensino, que o distingue, sobre equitação, além do estudo, num saber de experiência feito e reconhecido internacionalmente.

No início, Oliveira foi um seguidor fiel de Baucher e de Fillis, mas logo criou a sua própria filosofia equestre e o seu método pessoal, criando assim uma verdadeira escola Oliveirista, tendo inúmeros discípulos disseminados por todo o mundo. Dotado de grande sensibilidade artística, sentia as mais tênues vibrações dos cavalos com que trabalhava, o que lhe permitia adaptar-se aos cavalos de forma inexplicável.

Segundo Nuno Oliveira, a ginástica das flexões da mandíbula não deve ser exigida de todos os cavalos. Nuno Oliveira distingue os cavalos que possuem um bom equilíbrio natural dos inúmeros cavalos com que não se consegue iniciar alguns exercícios, mesmo antes de tê-los exercitado nas flexões a pé. A fundamentação do seu ensino tem como base a observação e análise da boca e da base do pescoço do cavalo. As flexões feitas a pé, segundo ele, servem para vencer as resistências ou, melhor dito, as contrações da mandíbula.

O mestre em equitação adverte, em seu ensino, que o recurso às flexões da mandíbula exige um cavaleiro hábil e conhecedor da sua aplicação, bem sabedor de alguns erros da aplicação da flexão e as suas consequências. Quanto à flexão da mandíbula, Antoine de Coux, na obra "Paroles du Maître Nuno Oliveira", registrou a frase mais expressiva do reconhecido professor de equitação, "Quando o cavalo descontrai a mandíbula, fala-vos, conversa convosco".

A evolução do conhecimento da flexão da mandíbula e a sua análise parecem necessárias quando Nuno Oliveira é frequentemente nomeado, mas é um assunto pouco estudado e, menos ainda, divulgado seu método, omissão que verificada até em escolas de equitação. Mas foi por causa desse conhecimento que Nuno Oliveira foi elevado a Mestre reconhecido internacionalmente.

Fonte: Cavalo Net

Adaptação: Escola do Cavalo

     

Conheça o Curso de Odontologia Equina

      Veja outras publicações da Escola do Cavalo: Primeiros Socorros em Equinos: como começar Marmelada de cavalo: por que usar essa gramínea forrageira? Saiba como escolher a raça de cavalo ideal para você        

Abre Boca Bovino e Equino

De: R$ 34,90

Por: R$ 29,90

       

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)
Veja também

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.