Aumente seu conhecimento no mundo equestre
Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.


Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Pelagem diferenciada será destaque da 34ª Exposição Nacional da Raça Mangalarga

O julgamento de animais de pelagens diferenciadas, um segmento que vem crescendo continuamente dentro do universo mangalarquista será o destaque da 34ª Exposição Nacional da Raça Mangalarga, que acontece entre os dias 29 de setembro a 6 de outubro, no Parque Fernando Costa, em Franca (SP). Além dos julgamentos, a 34ª Nacional Mangalarga contará, durante os seus oito dias de programação, com leilões, provas funcionais e festas. Segundo a ABCCRM, cerca de 500 animais deverão passar pelas dependências do Parque Fernando Costa. Originários dos principais criatórios da raça, esses animais representam a elite de um plantel de 120 mil animais, cuja presença é marcante nas cinco regiões.

Segundo a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), animais de 39 tradicionais criatórios da raça estão inscritos para participar deste diferenciado julgamento, previsto para acontecer simultaneamente à disputa da classe geral, a competição de animais de pelagens diferenciadas contará com categorias específicas para equinos com pelagens raras dentro da raça, como a pampa, a alazã amarilha, a tordilha, a castanha e a preta.

Os equinos de pelagens diferenciadas, popularmente conhecidos como cavalos coloridos, viveram um período de esquecimento dentro da raça Mangalarga, na qual ocorre uma expressiva predominância de alazões. No início da década passada, entretanto, teve início um processo de valorização desses animais, que, além de colorir a raça, também foi de extrema importância para o resgate de linhagens que haviam caído em desuso.

Muitos criadores, estimulados pela excelente aceitação do mercado, passaram a investir na seleção específica de produtos coloridos.

Para atender a forte demanda, a ABCCRM criou um setor específico para cuidar do fomento desse segmento, a diretoria de pelagens, atualmente comandada pela criadora Marisa Iorio Corrêa da Costa, pioneira na seleção do Mangalarga pampa.

Na Nacional do ano passado, os cavalos coloridos viveram um momento histórico, levando animais de muita qualidade para a pista de julgamento e conquistando até mesmo um grande campeonato na classe geral. "Esses resultados comprovaram a evolução do padrão racial desses animais, refletindo o intenso trabalho realizado pela Associação ao longo dos últimos anos em prol do desenvolvimento do segmento de pelagens", destacou Marisa Iorio, que acredita que o ótimo desempenho registrado na edição passada se repetirá este ano em Franca.

Fonte: Merca do Horse

Adaptação: Escola do Cavalo

Conheça ao Curso de Anestesia em Equinos a Campo

          Veja outras publicações da Escola do Cavalo: Saiba como escolher a raça de cavalo ideal para você Você sabe o que é Trypanosoma Evansi em equinos? Surto de gripe equina no Distrito Federal

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)
Veja também

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.