Aumente seu conhecimento no mundo equestre
Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.


Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

A equoterapia

cavalo criouloA equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza os equinos dentro de uma abordagem interdisciplinar como, nas áreas da saúde, educação e quitação. Através da equoterapia há a busca pelo desenvolvimento biopsicossocial de pessoas portadoras de necessidade especiais.

A atividade exige a participação de todo o corpo, contribuindo para o desenvolvimento da força, tônus muscular, flexibilidade, relaxamento, conscientização do próprio corpo e aperfeiçoamento da coordenação motora e do equilíbrio, ou seja, é possível adquirir ganhos físicos, psicológicos e educacionais através da equoterapia. Nesse processo de interação com o animal é possível desenvolver novas formas de socialização, autoconfiança e autoestima.

Os princípios e os fundamentos da equoterapia são: basear em fundamentos técnico-científicos; o atendimento só poderá ser iniciado mediante parecer favorável em avaliação médica, psicológica e fisioterápica; as atividades devem ser desenvolvidas por equipe multiprofissional com atuação interdisciplinar, que envolva o maior número possível de áreas profissionais nos campos da saúde, educação e equitação; as sessões podem ser realizadas em grupo, porém o planejamento e o acompanhamento deve ser individualizado; deve haver registros periódicos e sistemáticos das atividades desenvolvidas; a ética profissional e a preservação da imagem dos praticantes devem ser constantemente observadas.

Outro fator a ser observado é a segurança dos praticantes e devem ser observados: o comportamento e atitudes habituais do cavalo e às circunstâncias que podem vir a modificá-los; a segurança do equipamento de montaria; à vestimenta do cavaleiro e o local das sessões onde possam ocorrer ruídos anormais que venham assustar os animais.

A equoterapia é indicada em casos de doenças genéticas, neurológicas, ortopédicas, musculares e clínico metabólicas; sequelas de traumas e cirurgias; doenças mentais, distúrbios psicológicos e comportamentais; distúrbios de aprendizagem e linguagem; entre outros.

A equoterapia é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) pelo parecer 06/97.

Fonte: Agro Mundo

Adaptação: Escola do Cavalo

Conheça o Curso de Manejo Nutricional de Equinos ( Alimentos e Alimentação)

manejo nutricional Equinos

Veja outras publicações da Escola do Cavalo: Saiba mais sobre a Ovulação de Éguas Você sabe o que é Trypanosoma Evansi em equinos? Claudicação equina: o que fazer para evitar?  

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)
Veja também

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.