Aumente seu conhecimento no mundo equestre
Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.


Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Anemia infecciosa equina

anemiaA anemia infecciosa equina (AIE) é uma causada por um RNA vírus do gênero Lentivírus, da família Retrovírus. Quando instalado no organismo, permanece por toda a vida, mesmo que os animais não manifestem os sintomas. A AIE é basicamente crônica, mas pode se apresentar em fases hiperaguda, aguda e subaguda.

Os sintomas característicos são febre a partir de 40°C, hemorragias puntiformes embaixo da língua, anemia, inchaço no abdômen, redução ou perda de apetite, depressão e hemorragia nasal.

A transmissão acontece através de picadas de mutucas e das moscas dos estábulos, materiais contaminados com sangue infectado como agulhas, instrumentos cirúrgicos, groza dentária, sonda esofágica, aparadores de cascos, arreios, esporas e outros materiais, além da placenta, colostro e acasalamento.

A prevenção é feita com o isolamento do animal infectado que, posteriormente deve ser sacrificado, pois é disseminador da doença.

Fonte: http://www.agricultura.gov.br/

 

A realização de exames precisa ser feita em locais confiáveis e certificados. Conheça.

Diferentes técnicas de inseminação artificial em éguas.

Infraestrutura e equipamentos necessários para inseminação artificial em éguas.

COLETA E AVALIAÇÃO DE SEMEN EM EQUINOS

Clínica e Saúde

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.