Aumente seu conhecimento no mundo equestre
Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.


Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Técnica de coleta na transferência de embriões

A transferência de embriões (TE) consiste na coleta uterina dos embriões em estado pré-implantacional (mórula e blastocisto) de um animal geneticamente superior, denominada doadora e que posteriormente é transferido para os animais de menor valor genético, denominados receptores.

As receptoras mesmo sendo considerados animais de baixo valor devem apresentar boas características funcionais, sanitárias, nutricionais e de temperamento que possibilita a boa gestação e o desenvolvimento da habilidade materna.

Os embriões são coletados a partir da lavagem uterina, com uma sonda transcervical posicionada no útero, para que seja feita a perfusão do liquido de coleta. O material é filtrado e os embriões classificados pelo Médico Veterinário, imediatamente após a coleta.

Os embriões coletados podem ser transferidos a fresco ou serem congelados por criopreservação, para serem utilizados em outro momento. Para a TE coletados as receptoras são avaliadas quanto ao estado reprodutivo e, apenas as fêmeas aptas devem receber os embriões.

Fonte: Portal Biotecnologia Animal

 

Fundamentos básicos de embriologia e desenvolvimento inicial da gestação equina. Confira aqui.

Aspectos básicos da fisiologia ovariana e do ciclo estral bovino. Clique aqui.

Destaque

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.