Aumente seu conhecimento no mundo equestre

Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Como construir as melhores baias para cavalos

Os equinos necessitam de tratamento especial quando se trata de seu bem-estar rotineiro. E um assunto que não poderia deixar de ser abordado nesse contexto está relacionado às baias, essas merecem uma dedicação e atenção especial dos criadores de equinos.

Quando se constroem as baias, os primeiros itens que surgem na discussão são o material a ser utilizado e a aparência do local. No entanto, existem muitos outros aspectos a serem considerados como, por exemplo, o tamanho adequado, ventilação adaptada ao clima, conforto específico e visualização são os quesitos fundamentais.

O conforto e sanidade dos equinos devem ser levados em consideração, quando se determinam as dimensões da baia. Essas devem ter, no mínimo 16m², isto é, 4m x 4m. Isso proporcionará ao animal maior liberdade de movimentos, de modo mais saudável.

O cocho, tanto de comida quanto de água, devem ser altos, em torno de 30 a 60cm do chão, e ter a profundidade mínima de 20cm, para fácil acesso.

Alguns profissionais recomendam cochos mais baixos, ao nível do chão, pois permitem um alongamento maior do pescoço e costas do animal, reproduzindo, assim, seus movimentos naturais, como se estivessem em liberdade. Mas é necessário que cada situação seja analisada individualmente, assim será feita a melhor recomendação.

Existem também, os chamados cochos automáticos que são muito práticos no quesito de reposição de água ou alimento.

Para garantir o conforto do animal há vários tipos de pisos a serem utilizados, desde o piso de cimento recoberto com serragem ou maravalha, até pisos sintéticos, de borracha ou materiais plásticos. Todos devem ser higienizados de forma correta para contribuir para não proliferação de fungos e bactérias.

A ventilação exerce um papel fundamental nessa construção. O ar precisa circular de maneira uniforme, como sistema de exaustores, principalmente se a baia for coberta com telhas de fibro-amianto, um tipo de cobertura muito quente. A porta deve conter dois segmentos, um superior e outro inferior, facilitando ao animal a colocar sua cabeça para fora, e, aumentando, assim, a ventilação no interior dos boxes. O cavalo é um animal por natureza sociável, por isso, deve-se deixar que uns vejam os outros, através de grades ou telas, entre as baias. Esse procedimento acalma os animais.

Para a iluminação natural, o ideal é fazer clarabóias utilizando telhas translúcidas.

Considera-se o melhor tipo de baia a de alvenaria, desde que construída adequadamente.

Todo o planejamento aplicado deve ser mensurado de forma eficiente para garantir o sucesso da acomodação do animal.

Além das técnicas de manejo bem aplicadas, os envolvidos com a criação de cavalos deve ter um amplo conhecimento sobre as situações emergenciais que muitas vezes esses animais se encontram.

Você está apto atuar com uma criação de equinos?

Nós temos algumas dicas que podem fazer toda diferença no dia a dia. Confira. 

Fonte: Equipe Escola do Cavalo

Administração de haras

Áreas

Clínica e Saúde

Curiosidades

Cursos

Destaque

Doma

Notícias

Nutrição

Pastagens

Produção

Raças

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2017 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.