Aumente seu conhecimento no mundo equestre

Junte-se a milhares de apaixonados por cavalos. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Plantas venenosas e seus malefícios a saúde equina

Como vimos no artigo postado na semana anterior, alguns casos de intoxicação em equinos são mais comuns do que imaginamos.

Não sei se você se lembra, mas citamos vários tipos, sendo esses desencadeados por diversos motivos.

Caso não lembre ou ainda não tenha conferido o assunto, basta clicar aqui: Tipos de intoxicação em equinos

Hoje queremos dar ênfase a um tipo de intoxicação que pode ser considerado muitas vezes inofensivo: As plantas venenosas!

Isso mesmo, essas plantas muitas vezes encontradas nas pastagens, piquetes e até mesmo presentes no feno oferecido ao equino no dia a dia, podem ser responsáveis por grandes malefícios à saúde, queda de desempenho e até mesmo óbito do animal.

Malefícios das plantas venenosas a saúde equina

Presentes em grande parte das pastagens as plantas venenosas tem se tornam um pesadelo para o animal e seu proprietário.

É cada vez maior o número de plantas comestíveis que podem causar uma intoxicação e até vários outros problemas no organismo do equino.

Destacamos aqui alguns dos malefícios mais comuns de serem diagnosticados:

- Anorexia;

- Vômitos e diarreias;

- Convulsões;

- Cólicas e dor abdominal;

- Problemas cardíacos, respiratórios e renais;

- Perda da coordenação motora do organismo.

Cada reação apresentada vai depender muito da quantidade ou tempo que o animal está consumindo determinada planta, destacando também que esses são os malefícios mais comuns, podendo o animal apresentar outros que não foram citados acima.

Plantas tóxicas mais comuns para cavalos

Vale a pena conhecer quais são as plantas tóxicas para que seja possível eliminá-las das pastagens.

- Lantana que é popularmente conhecida como chumbinho.

- Conium maculatum popularmente conhecida como cicuta.

- Pteridium aquilinum ou samambaia, sendo tóxica tanto para equinos quanto bovinos.

- Ramaria Flavo-brunnescens são cogumelos presentes próximos às plantações de eucaliptos.

- Cipó-preto é comum por apresentar resistência em épocas de seca, permanecendo verde nos pastos, assim atraindo a atenção dos animais.

Estes são apenas alguns poucos exemplos de plantas que podem prejudicar o desempenho e intoxicar os animais.

Cuidados com equinos no caso de intoxicação

O profissional ou até mesmo o proprietário do animal devem ter conhecimento sobre essas plantas e estarem atualizados sobre os métodos que podem ser adotados em casos de intoxicação.

Esse assunto pode parecer coisa simples ou uma situação improvável, mas pode ter certeza que é mais recorrente do que você imagina.

Você por acaso sabe quais os métodos que podem ser adotados caso seu animal ingira algumas dessas toxinas?

Essa é uma situação que conta com destreza e agilidade dos envolvidos.

Então não perca tempo e venha aprender na prática as ações aplicadas em situações emergenciais relacionadas ao cavalo. Confira

Ah! As informações não param por aqui.

Como sei que você gosta de estar sempre informado, trouxe um material que irá somar ainda mais no seu dia a dia: Como Atingir a Eficiência na Reprodução Equina

Fonte: Equipe Escola do Cavalo

Administração de haras

Áreas

Clínica e Saúde

Curiosidades

Cursos

Destaque

Doma

Notícias

Nutrição

Parceiros

Pastagens

Produção

Raças

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.