II Profissão Veterinária
Aumente seu conhecimento no mundo equestre


Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Ração para éguas em lactação: o impacto da alimentação da fêmea no potro!

Ração para éguas em lactação o impacto da alimentação da fêmea no potroPara quem trabalha com cavalos, não é novidade que a alimentação é fundamental para o desenvolvimento do animal. Desde a gestação até o pós-parto, é importante que, tanto feto quanto égua, estejam bem nutridos para que tudo ocorra bem e sem riscos e prejuízos à saúde de ambos. Por isso, pensar a ração para éguas em lactação não pode ficar fora deste planejamento. Afinal, uma boa nutrição garante a saúde da égua recém parida e o desenvolvimento do potro.

Muitos ainda tem dúvida sobre como fornecer ração para éguas em lactação de forma correta e quais nutrientes necessários. Isso porque a nutrição da fêmea interfere no volume produzido de leite, na composição desse leite e, portanto, diretamente no crescimento do potro. 

Neste artigo, você vai entender mais sobre qual a ração ideal para a égua neste período de lactação e mais sobre sua importância na nutrição de matriz e filhote. Confira!

O impacto da ração para éguas em lactação nos potros

A fase de amamentação do filhote tem como característica uma maior exigência nutricional da mãe, por isso a ração para éguas em lactação é tão importante. Além de manter a água saudável, ela precisa nutrir o potro e produzir um leite com maior valor alimentar. Dessa forma, para que todo o desenvolvimento do filhote seja garantido e ele alcance seu desempenho máximo, o manejo nutricional deve se manter alinhado.

Considerando a alimentação com forrageiras, quando os pastos são de baixa qualidade os animais emagrecem. Para esses casos, é importante oferecer alguns complementos como a alfafa. A ração entra como uma forma de suplementação para prevenir o déficit nutricional causado pela pastagem, garantindo assim que égua e filhote recebam a quantidade correta de nutrientes diários. Para tanto, essas rações devem ser ricas em:

  • Energia;

  • Proteínas;

  • Minerais.

Tais ações são fundamentais para equilibrar a alimentação dos animais. Outro ponto importante, é que a nutrição das éguas deve levar em consideração que os potros podem mamar até sete vezes por hora. Sendo assim, para que a égua finalize o período de lactação saudável e sem perda de pesa acima do esperado, sua alimentação deve considerar os nutrientes para ela e para o filhote. 

Um outro detalhe envolvendo a nutrição das fêmeas é a hidratação. Mesmo que a proporção dos nutrientes na ração para éguas em lactação seja ideal para a suplementação da pastagem, os resultados não serão os esperados se a égua receber pouca água. Durante esse período, além de nutrientes e energia, a produção de leite requer água e a necessidade de hidratação da égua tende a aumentar. Um animal hidratado, absorve melhor os nutrientes, fica menos fatigado e proporciona um melhor alimento para o porto.

Contudo, não adianta proporcionar uma boa ração para éguas em lactação, volumosos adequados, água abundante e suplementação de qualidade e deixar de lado as boas práticas de manejo sanitário. O manejo das éguas e dos potros tem práticas que envolvem tudo acerca dos animais e, portanto, é preciso estar atento a todo o processo para garantir um resultado de excelência.

A importância de uma ração para éguas em lactação correta

Manter o escore corporal do animal é fundamental. Certamente, um animal magro não conseguirá manter suas necessidades nutricionais e consequentemente não produzirá um leite nutritivo. 

É importante ressaltar que a égua tende a perder peso após o parto. Assim sendo, é preciso mantê-la em um escore corporal entre cinco e seis no último mês de prenhez. Entretanto, o animal não pode ficar obeso no terço final da gestação. Caso um quadro de obesidade seja observado, o crescimento fetal pode ser prejudicado devido à ausência de espaço intrauterino.

A égua em lactação é a categoria animal da espécie equina que apresenta os maiores requerimentos em proteína, lisina, cálcio, fósforo e os demais minerais e a segunda categoria que mais precisa de energia para realizar suas funções. Ou seja, isso quer dizer que a ração para éguas em lactação deve ser muito rica e completa para que ela consiga fornecer um leite nutritivo e supra as exigências do potro em crescimento.

Quer entender como alimentar garanhões, éguas e potros do jeito certo, com uma alimentação pensada para cada etapa e unção do animal? CLIQUE AQUI e aprenda sem sair de casa

Fonte: All Nova

Áreas

Artigos

Destaque

Nutrição

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.