Vantagens da transferência de embriões em equinos: conheça as principais!

Vantagens da transferência de embriões em equinos conheça as principais!A transferência de embriões em equinos tem sido uma das biotécnicas reprodutivas mais utilizadas no mundo, principalmente, por aqueles que buscam o aumento da descendência dos animais selecionados com genética superior. Ou seja, é uma técnica essencial para quem deseja ter sucesso nesse mercado que, cada vez mais, movimenta altos valores, principalmente no cenário nacional. 

Neste tipo de criação, no entendo, o valor genético dos animais é significativo para o sucesso. De forma simples, é importante sempre ter em mente que, independentemente da função desempenhada pelo animal, sua genética costuma ser levada em conta na escolha reprodutiva e, portanto de compra e venda. Isso porque, para as mais diversas funções e objetivos, ou até mesmo raças, existem características que os proprietários buscam nos equinos.

Assim, a transferência de embriões proporciona a possibilidade de produção de diversas crias de alto valor genético. Contudo, esta é apenas uma das inúmeras vantagens da utilização dessa biotécnica. Neste artigo, vamos explorar mais sobre tais vantagens para mostrar a importância da TE para veterinários, proprietários e criadores. 

Como funciona a transferência de embriões em equinos?

Antes de falarmos das vantagens da transferência de embriões em equinos, é preciso explicar, mesmo que brevemente, como funciona o processo. Dessa forma, as vantagens se tornam mais claras e sua importância fica mais definida.

De forma muito simplista, a transferência de embriões em equinos é o processo de gerar embriões de matrizes de alto valor genético e insemina-los em fêmeas receptoras que conduzirão o restante da gestação. Essa é a ideia básica por trás da TE, não apenas gerar descendentes com características desejadas, mas criar descendentes de duas matrizes específicas que possuam essa característica. Ou seja, enquanto com a inseminação é preciso escolher mais de uma fêmea de genética de valor para produzir os descendentes do garanhão, na TE os responsáveis escolhem um garanhão e uma fêmea doadora.

Assim, os óvulos da doadora são fecundados com o material do macho, gerando os embriões que podem ser inseminados em fêmeas próprias para gestação porém de genética inferior. Dessa forma, é feita a preservação tanto da matriz masculina como feminina, é garantida a combinação genética desejada e mais de um descendente é gerado.

Vale ressaltar que o processo descrito foi simplificado e que, para a realização da transferência de embriões equinos, são necessários alguns componentes específicos e processos, sem os quais o resultado pode não ser o esperado. Outro ponto importante é que esse processo precisa ser realizado por um veterinário, por envolver diversas etapas e acompanhamentos de diversos aspectos dos animais.

Principais vantagens da transferência de embriões em equinos

Agora que o processo da transferência de embriões em equinos ficou um pouco mais claro, podemos ir direto ao ponto, suas inúmeras vantagens. Já explicamos como a TE permite a produção de mais de um potro por garanhão e doadora escolhidos. Contudo, os benefícios dessa técnica vão muito além deste. 

Assim, as principais vantagens da transferência de embriões em equinos são: 

  1. A produção de mais de um potro por égua durante o ano;

  2. Obtenção de potros de éguas que apresentam baixa fertilidade;

  3. Nascimento de potros de éguas de exposição, sem a interrupção da carreira atlética do animal;

  4. Uso de éguas de maior idade, prolongando a sua vida reprodutiva;

  5. Produção de potros de animais jovens, sem que acarrete prejuízo para o seu desenvolvimento;

  6. Uso de éguas de baixo valor zootécnico;

  7. Aumento do volume de vendas de coberturas de garanhões consagrados;

  8. Possibilidade de comercialização de ovócitos e embriões;

  9. Aumento do número de potros nascidos;

  10. Valorização dos animais com características genéticas mais desejáveis;

  11. Escolha de sêmen de alto valor genético sem necessidade de monta;

  12. Avaliação da progênie materna em um espaço curto de tempo.

Como fica evidente, a TE apresenta diversas possibilidades reprodutivas, incluindo o uso de animais que, de certo modo, estariam impossibilitados. Além disso, um ponto interessante é o desenvolvimento de outras técnicas, ou seu aprimoramento, para possibilitar taxas de sucesso significativo na transferência de embriões. Isso porque práticas como exames ginecológicos e andrológicos, inseminação artificial e, até mesmo a ultrassonografia para reconhecimento do ciclo estral das éguas, são amplamente utilizadas durante os procedimentos. 

Assim, além de ser um grande impulsionamento para o mercado de criação de cavalo, a transferência de embriões em equinos impulsionou, e impulsiona, o desenvolvimento da veterinária reprodutiva. Diante de tudo isso, fica ainda mais claro que sim, todo esse processo depende de um veterinário responsável, desde o início, na avaliação e escolha das matrizes. 

Portanto, ter um veterinário experiente é uma grande vantagem para o criador que deseja ter sucesso com seu plantel. Por outro lado, o veterinário que quer apresentar um diferencial de mercado precisa conhecer a fundo a TE e ser capaz de oferecer resultados com taxas de sucesso de excelência.

Por fim, vai uma dica rápida aqui da Escola do Cavalo! Se você é veterinário, ou conhece um, que deseja ter sucesso no mercado de criação de cavalos, está na hora de experiência prática - CLIQUE AQUI e saiba como aprender a TE executando os processos com os melhores professores do mercado!

Fonte: SHOP Veterinário e Revista Veterinária

Transferência de Embriões em Equinos

Artigos

Destaque

Reprodução

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado

(Campos com * são obrigatórios)

Marque suas áreas de INTERESSE. *

Conecte-se ao mundo equestre gratuitamente!

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Escola do Cavalo. Todos os Direitos Reservados.